Mirtes
Não me prendas!...Se assim fizer perderás o meu amor.
Meu amor é livre! Então me surpreenda... nunca me prenda!
Meu amor é livre, como o vento que em seus movimentos,
sabe estar em todos os lugares.
Livre como a chuva que caí, o sol que brilha, como os pássaros,
que a qualquer hora, voam pelo céu afora, sem destino e
sem hora pra voltar.

Não me prendas! Deixe-me voar!
Como os pássaros voarei em pensamento,
sem esquecer-me de um só momento, que estive em seus braços.

Não me prendas! Preso meu amor morrerá com o tempo,
e só nos restarás então a saudade...

Abra as janelas, as portas, me mostre caminhos...
Me dê de presente a felicidade de ser livre,
assim me terás para sempre segura perto do seu coração.

O amor é livre... ele pode voar, voar...
mas sempre volta.

Valquíria Cordeiro
Marcadores: | edit post
Reações: 
1 Response
  1. SolBarreto Says:

    Verdade o verdadeiro amor élivre e quem ama de verdade não aprisiona, e sim voa junto com seu amor...
    Adorei o poema!


Postar um comentário

Gostou do Blog? Deixe um comentário!