Mirtes

Corro contra o tempo
Prá te ver
Eu vivo louco
Por querer você
Morro de saudade
A culpa é sua...
Bares, ruas, estradas
Desertos, luas
Que atravesso
Em noites nuas
Só me levam
Prá onde está você...
O vento que sopra
Meu rosto cega
Só o seu calor me leva
Numa estrêla
Prá lembrança sua...
O que sou?
Onde vou?
Tudo em vão!
Tempo de silêncio
E solidão...
O mundo gira sempre
Em seu sentido
Tem a cor
Do seu vestido azul
Todo atalho finda
Em seu sorriso nú...
Na madrugada
Uma balada soul
Um som assim
Meio que rock in roll
Só me serve
Prá lembrar você...
Qualquer canção
Que eu faça
Tem sua cara
Rima rica, jóia rara
Tempestade louca
No Saara....

Vander Lee

Fonte Imagem:
pensamentosdeumabananatransgenica.blogspo
Mirtes

Sinto a leveza e a pureza da tua alma,
Percorrendo a minha, com ternura,
Deixando em mim, a elevação da bondade,
Deixando em mim a calmaria, a bonança,
E a sensação, a certeza de paz interior, que me descansa.
Sinto a leveza e a pureza da tua alma,
Percorrendo os meus sentidos exaltados,
Deixando em mim o sossego, para os meus cansaços,
Deixando em mim clarões divinos, abençoados,
E a beleza alva de um espírito límpido, alcançado.
Sinto a leveza e a pureza da tua alma,
Que me dá força necessária, para continuar,
Que me dá força suficiente, para lutar,
Contra os desencontros da turbulenta vida,
E contra as amarguras e os desalentos, sem medida.
Tu, ser sublime de puro encanto,
Tu, realidade única, simples, mágica,
Tu, meu adorável malmequer branco.

Autora: LUZ

Fontes:
afectosecumplicidades.blogspot.com/Poema
sarrabeca.blog.com/Imagem
Marcadores: 4 comentários | Links para esta postagem | edit post
Reações: 
Mirtes

E então é isso
como você disse que seria
A vida corre fácil pra mim
A maioria das vezes
E então é isso
A história mais curta
Sem amor, sem glória
Sem herói no céu dela

Não consigo tirar meus olhos de você

E então é isso
Como você falou que deveria ser
Nós dois esqueceremos a brisa
A maioria das vezes
E então é isso
A água gelada
A filha do vento
A aluna rejeitada

Não consigo tirar meus olhos de você

Eu disse que te detesto?
Eu disse que quero deixar
Tudo para trás?

Não consigo parar de pensar em você
Meus pensamentos...Meus pensamentos...
Até conhecer uma nova pessoa.

Damien Rice

Fontes:
www.letras.terra.com.br
armazemdapoesia.blogspot.com/Imagem