Mirtes

No silêncio da noite vazia
Teu amor voraz
Enlouquece o balanço das horas
Querendo mais
Derramando a lua da praia
Sobre meu lençol
E é por isso que eu nunca te espero
Sob a luz do sol
Em meus sonhos eu sempre te vejo
Devorando-me
Arrastada por esse desejo
Vou até o fim
Nessa hora ninguém como tu
Que me ama com a fome do amor
Que aquece meu nome
Beijando meu corpo
Que cai num abismo maior
Devora-me outra vez
Me abraça me toca e machuca
Me leva até onde eu nem sei
Devora-me outra vez
Me castiga com os teus desejos
Que esse amor eu guardei só pra ti
No silencio da noite vazia
Teu amor me devora a vida!

Composição: P. Hernandez - Versão: Fausto Nilo

Fonte Imagem: mundodossonhos.blogs.sapo.pt
Marcadores: | edit post
Reações: 
3 Responses
  1. O Fausto Nilo tem coisas poéticas das mais que sensíveis que conheço na MPB e ainda faz versões.
    Essa é uma grata e bela surpresa...
    Amiga, uma ótima semana e o meu grande afeto por ti!!!


  2. LUZ Says:

    Olá Mirtes,

    Agradeço seu comentário em meu blog.
    Esta poesia é para devorar o coração de quem a lê. É demais!
    Como eu gostaria de responder a Fausto Nilo!
    Por convite de outros blogs tenho andado mais na prosa. ApenaS CORTESIA MINHA E participação.
    Eu gosto mesmo é de poesia voraz, arrebatadora, mágica, sensual.
    Me faz uma visitinha. Obrigada.

    Beijinhos carinhosos de luz.


  3. Nossaaaaaa... Que momento lindo, fiquei ofegante ao ler esse poema. Parabéns!

    Bjs

    Auxiliadora


Postar um comentário

Gostou do Blog? Deixe um comentário!